IndicarIndique este portal FavoritarAdicionar aos favoritos
Notícias

Sindcont-SP inicia campanha para uso racional da água, para evitar racionamento

Postado em 06/02/2014.

O Sindicato dos Contabilistas de São Paulo – Sindcont-SP, por meio do Programa Sindcont-SP Cidadania, iniciou a campanha para incentivar o uso racional da água, com o tema “Água: Use com Responsabilidade”, que será disseminada entre os Profissionais da Contabilidade e outras pessoas que se relacionam com a entidade, com o objetivo de colaborar com as ações de conscientização desenvolvidas em busca de reduzir o risco de racionamento. Serão utilizadas mídias eletrônicas e cartazes, que inclusive estão com a arte disponível para quem se interessar.

A população da Grande São Paulo presencia o verão mais quente dos últimos tempos. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia – Inmet, as cidades de São Paulo e Porto Alegre tiveram o mês de janeiro mais quente desde que os registros começaram a ser feitos. Além da forte onda de calor, a quantidade de chuva está abaixo do previsto, de acordo com especialistas do setor.

Com uma seca atípica no verão - período que deveria estar chovendo e garantindo a recarga dos rios e reservatórios - as represas do Sistema Cantareira (maior fornecedor de água para a Grande São Paulo e região de Campinas) estão com seu mais baixo nível desde que foram construídas, em 1974. A capacidade está em apenas 21,2%.

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo - Sabesp, concessionária do sistema que administra o Reservatório da Cantareira,  evita falar em racionamento, mas em comunicado veiculado na TV, a empresa pede a "colaboração" de moradores contra o desperdício.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Contabilistas de São Paulo – Sindcont-SP, Jair Gomes de Araújo, é preciso fazer um trabalho de conscientização para que a sociedade consuma água com responsabilidade. “Ainda que o Governo de São Paulo não fale em racionamento publicamente é preciso fazer um trabalho de o combate ao desperdício de água. A situação é crítica, tanto que cidades do interior paulista já estão racionando o consumo de água”.

A Região Metropolitana de Campinas já está adotando medidas de combate ao desperdício de água. A prefeitura de Campinas antecipou de julho para este mês o período em que é proibido usar água para lavar calçadas, sob pena de multa. Em Valinhos, o racionamento no abastecimento começou no dia 3 de fevereiro de 2014. Em Amparo foi registrada a mortandade de peixes no rio que atravessa a cidade, por causa da estiagem fora de hora.

Economize água

De acordo com a Organização das Nações Unidas – ONU, cada pessoa necessita cerca de 110 litros de água por dia para atender as necessidades de consumo e higiene. No Brasil estima-se que cada pessoa consome 200 litros de água por dia.

O presidente do Sindcont-SP destaca que, algumas medidas simples, como fechar a torneira após o uso, podem fazer a diferença no final. “No Brasil o desperdício de água é muito grande em razão do mau uso deste recurso. Milhões de litros de água tratada pingam das torneiras todos os dias e não são utilizados no consumo”.

Sindcont-SP Cidadania

Cidadania é a expressão concreta do exercício da democracia. Atento a essa responsabilidade social, o Sindicato dos Contabilistas de São Paulo – Sindcont-SP lançou oficialmente o programa “Sindcont-SP Cidadania”.

De acordo com a diretora social da Entidade, Carolina Tancredi de Carvalho, o programa “Sindcont-SP Cidadania” foi elaborado com o intuito de exercer o papel de defensor do profissional da Contabilidade e da sociedade. “Por meio de ações sociais, culturais e educacionais, podemos contribuir para uma sociedade mais consciente, além de estreitar a relação entre a Entidade e associados”.

Visite-nos no LinkedIn! Curta nossa página no facebook!



Texto: Paulo Prendes
Fotos:
Edição: Paulo Toledo

De León Comunicações