Notícias

Encerramento do 13º Epac aborda temas técnicos na Universidade Metodista

Postado em 31/10/2016.

Na última sexta-feira (28), o Sindicato dos Contabilistas de São Paulo – Sindcont-SP realizou o encerramento do 13º Encontro de Profissionais e Acadêmicos de Contabilidade, desta vez no campus Rugde Ramos da Universidade Metodista de São Paulo, em São Bernardo do Campo.

No evento, os alunos de Ciências Contábeis puderam participar de duas palestras: “Demonstrações Contábeis”, ministrada por Luciano Perrone, e “Planejamento da Melhor Modalidade de Tributação da Pessoa Jurídica”, tema explanado por Arnóbio Durães.

Os diretores do Sindcont-SP Geraldo Carlos Lima, Terezinha Maria de Brito Koide, Claudinei Tonon participaram do evento, juntamente com o consultor jurídico do Centro de Estudos e Debates Fisco-Contábeis – CEDFC Ernesto das Candeias e do vice-presidente José Leonardo de Lacerda.

Tributação

Em sua palestra, Durães apresentou os diferentes modelos de regime de tributação das empresas no Brasil, Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real, mostrando as características de cada um, assim como as vantagens e desvantagens para as empresas.

“No caso do Lucro Real, ele pode ser aplicado de suas formas: trimestral ou anual. Quem optar pela trimestral deverá fechar um balanço a cada três meses. A grande desvantagem desta opção está na apuração do Imposto de Renda. Considerando que o IRPJ é apurado sobre o lucro da empresa, quando não há lucro não há imposto. Mas pode acontecer de a empresa ter lucro em um trimestre e nos outros três sofrer prejuízo, fechando o ano sem ganhos. No caso de esta empresa estar no Lucro Real trimestral, no trimestre na qual ela teve lucro, o imposto teve de ser pago e, mesmo com prejuízo no final do ano, o que vale é o balanço trimestral. Ou seja: o empresário perdeu dinheiro para o fisco. A opção anual te dá a possibilidade de trabalhar melhor e até mesmo de evitar perdas de dinheiro como esta”, explicou Arnóbio.

O palestrante aconselhou ainda aos alunos valorizarem o seu trabalho, fazendo efetivamente uma Contabilidade gerencial, em prol da empresa. “Não podemos ser simplesmente executores, mas sim gestores. Executar uma função como o preenchimento de uma obrigação acessória o computador pode fazer por nós. No entanto, máquina nenhuma pode substituir o homem no quesito pensamento”, salientou.

Dica

Segundo Arnóbio, todo Contador precisa ter três leituras como referência: o regulamento do Imposto de Renda; a Lei 6.404, de 15 de dezembro de 1976 – que trata sobre as Sociedades por Ações; e o Manual de Contabilidade das S.A.s da Fipecafi.

Demonstrações

Luciano Perrone, por sua vez, explanou a importância e os aspectos do balanço patrimonial, de forma prática, didática e interativa, inclusive com atividades sobre o tema em sala de aula.

“É relevante discutir as nomenclaturas das contas e as suas colocações. Por isso, indico que vocês leiam a Resolução 1.285 do Conselho Federal de Contabilidade, que apresenta um glossário para IFRS”, comentou o professor.

Para Perrone, muitas empresas ainda não começaram a fazer os ajustes devidos para adequarem-se ao IFRS, o que é muito sério, uma vez que tal adequação é obrigatória.

Epac

O Encontro de Profissionais e Acadêmicos de Contabilidade - Epac foi realizado com patrocínio diamante da Central dos Sindicatos Brasileiros - CSB e da Asplan Sistemas. A Qualicorp foi patrocinadora institucional do evento e a EY, patrocinadora bronze. A Federação dos Contabilistas do Estado de São Paulo - Fecontesp e a Fundação de Apoio ao Comitê de Pronunciamentos Contábeis - FACPC foram apoiadores à educação continuada do evento. Apoiaram institucionalmente a iniciativa o Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo - CRCSP, o Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de São Paulo - Sescon-SP, a Associação das Empresas de Serviços Contábeis do Estado de São Paulo - Aescon-SP, o Ibracon - Instituto dos Auditores Independentes do Brasil - 5ª Seção Regional, e a Associação dos Peritos Judiciais do Estado de São Paulo - Apejesp. 

Visite-nos no LinkedIn! Curta nossa página no facebook!



Texto: Katherine Coutinho
Fotos: Katherine Coutinho
Edição: Bruna Raicoski

De León Comunicações