IndicarIndique este portal FavoritarAdicionar aos favoritos
Notícias

Segundo dia de palestras da 25ª Convecon lota auditório e aborda temas pertinentes aos Contabilistas

Postado em 11/10/2017.

Geraldo Carlos Lima e Carmine RulloO segundo dia de exposições da 25ª Convenção dos Profissionais da Contabilidade do Estado de São Paulo – Convecon foi aberto com uma palestra sobre o tema “IFRS 15: as mudanças no reconhecimento de receitas em contratos com clientes”, proferida pelo doutor em Controladoria e Contabilidade e professor Eliseu Martins, cuja notoriedade e conhecimento sobre o assunto lotaram o auditório principal. 

Na ocasião, o professor alertou sobre as efetivas mudanças no CPC 47, entre elas, o preço total ou parcialmente variável; contraprestação a pagar ao cliente e o custo incremental de obtenção do contrato. 

Segundo Martins, as demais mudanças são apenas parciais. Em linhas gerais, foram poucas as alterações, “o que ocorre é que o CPC 30 não era seguido à risca, então, é preciso tomar muito cuidado, ler com atenção a norma para entender as modificações. Em síntese houve um detalhamento no CPC47, para esclarecer as normas anteriores”, afirmou. 

Em seguida, foi a vez do auditor da Receita Federal Carmine Rullo explanar, em parceria com o Sindicato dos Contabilistas e São Paulo – Sindcont-SP, o tema “Tratamento tributário das questões subjetivas na Contabilidade”. 

O assunto abordado pelo auditor focou no Lucro Real x Lucro Contábil ajustado pelas despesas. Rullo assegurou que o Fisco passou a interferir de forma direta ao dizer o que era preciso fazer na contabilidade fiscal e comercial. 

“A partir de então, deixou de existir a subjetividade e passou a se discutir a distribuição de lucro dentro da contabilidade comercial”, garantiu Rullo. 

Diversas atividades 

Durante o dia também foram realizados simultaneamente diversos workshops. Destes, dois foram realizados por parceiros do Sindcont-SP. José Roberto Soares dos Anjos, diretor Social da Entidade, esclareceu o Reinf, tema de extrema importância, especialmente com a aproximação da obrigatoriedade de entrega de novos braços do Sped, como o eSocial. 

Diretor José Roberto Soares dos anjos em workshopDe acordo com o profissional, este é um tema simples, mas que gera diversas dúvidas entre os profissionais. Os pontos que devem ser observados são: tributos que tem redução; contribuição previdenciária; data que entra em vigor para os obrigados; empresas que faturaram em 2016 e as que entram em 2018, além das empresas que entram o simples e estão obrigadas a aguardar as regras do comitê de gastos. 

Outro tema explanado durante as atividades foi o eSocial, que foi explicado pelo professor Antônio Sérgio Oliveira. O profissional ressaltou que o objetivo do programa é simplificar o cumprimento das obrigações para melhor organizar uma empresa. 

“Hoje o Fisco tem diversos programas interligados e não dá mais para contar com a sorte. O cumprimento da segurança e medicina do trabalho, que já são previstos em lei, é o ponto mais crítico do eSocial, o que demanda mais cuidado dos Contadores”, afirmou Oliveira. 

Durante a tarde, o tema “Felicidade dá lucro” lembrou a importância de não viver esperando pelo fim de semana, mas sim se realizar com o seu trabalho. O assunto foi ministrado por Márcio Fernandes - considerado executivo de valor do setor de energia em 2016 e o líder mais admirado do Brasil em 2014, pela Revista Você S/A.

Para encerrar o dia de atividades do dia, Frederico Trajano tomou a palavra para falar sobre o “Cenário econômico: Riscos coorporativos em tempo de crise- oportunidades e desafios”. 

Continua

A 25ª Convecon acontece até o dia 11/09, no espaço Pro Magno, localizado na Rua Samaritá, nº 230, no bairro da Casa Verde.

Lideranças da Classe Contábil em visita ao estande do Sindcont-SP

Visite-nos no LinkedIn! Curta nossa página no facebook!



Texto: Bruna Raicoski
Fotos: Bruna Raicoski
Edição: Katherine Coutinho

De León Comunicações