IndicarIndique este portal FavoritarAdicionar aos favoritos
Notícias

Contagem regressiva para o início das reuniões dos grupos de estudos do Sindcont-SP

Postado em 10/01/2018.

No dia 16 de janeiro, tem início, na sede do Sindicato dos Contabilistas de São Paulo – Sindcont-SP, as reuniões do Grupo de Estudos de Tributos e Obrigações, que ocorrerão ao longo do ano todas as terças-feiras, das 19 às 21 horas. Na prática, a atividade é uma alternativa para complementar os conteúdos adquiridos nas faculdades de Ciências Contábeis, bem como as novidades da área, com o propósito de desenvolver e aprimorar habilidades. 

O Grupo é coordenado pela diretora suplente do Sindcont-SP, Marina Suzuki, que diz que as expectativas para 2018 são promissoras: “Vamos trabalhar e estudar com participação direta dos Associados. Nosso objetivo é divulgar este benefício aos participantes e trazê-los para nossas reuniões”. 

Com um time de primeira, além de Marina, o Grupo de Estudos de Tributos e Obrigações conta com a colaboração assídua Ailton Barboni, João Antunes, Jô Nascimento e Milton Medeiros, “que não medem esforços para aprimorar os trabalhos do Sindcont-SP”, enaltece Marina, explicando que, entre as principais novidades para este ano, destaque para os seguintes temas: mudanças do Simples Nacional; Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS; Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais – EFD-Reinf; retenções no INSS e no Imposto sobre Serviços – ISS; Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física – DIRPF; Escrituração Fiscal Digital – EFD; Escrituração Contábil Digital – ECD; e vários outros. Para ela, o maior desafio de estar coordenando o Grupo é alcançar as metas e objetivos, cuidar bem da equipe, interagir, enviar material de apoio, além de “acompanhar a divulgação, não esquecendo a importância de conquistar grandes resultados juntamente com os colegas profissionais que colaboram conosco nos estudos, além de estruturar estratégias e direcionar os temas escolhidos, tudo com o propósito de enaltecer a Classe Contábil, divulgar o Grupo e a Entidade. O resultado será o desenvolvimento profissional de todos nós”. 

IFRS 

Por sua vez, a reunião do Grupo de Estudos de IFRS, coordenada pelo diretor cultural da Entidade, Claudinei Tonon, terá início em 18 de janeiro, também das 19 às 21 horas, na sede do Sindicato. Para ele, neste ano será necessário muita vontade de se aprimorar, visto que várias interpretações, revisões e normas estão sendo divulgadas constantemente pelo Conselho Federal de Contabilidade – CFC. “A Receita Federal também tem publicado Instruções Normativas a respeito de interpretações contábil e fiscal. Portanto, é imprescindível ficar atento”. 

Entre as novidades, destaque para a Instrução Normativa nº 1.700/2017, que traz várias explanações contábil e fiscal e trata das subcontas na Contabilidade. “Além disso, o Conselho Federal de Contabilidade - CFC divulgou, em 22 de dezembro de 2017, várias revisões nas Normas Brasileiras de Contabilidade, além do novo Comitê de Pronunciamentos Contábeis – CPC nº 47, que entrou em vigor no dia 1º de janeiro de 2018”. 

Em sua opinião, o maior desafio de estar coordenando o Grupo é o tempo, já que, para o exercício da profissão contábil, é necessária muita leitura: “Infelizmente, nem todos os participantes fazem isso previamente”. 

Antes da Lei nº 12.973 ser publicada, ele conta que o Grupo só estudava o aspecto societário, mas, em 2014, iniciaram o estudo da parte fiscal, “outro grande desafio, já que poucos estão adotando-o. No Grupo temos focado ainda o Contador como gestor, discutindo muito o novo perfil deste tipo de profissional e o leque de conhecimentos exigidos para o desempenho da função e a interpretação e uso das normas contábeis como ferramenta de gestão”.

Visite-nos no LinkedIn! Curta nossa página no facebook!



Texto: Danielle Ruas
Fotos: -
Edição: Lenilde De León

De León Comunicações