IndicarIndique este portal FavoritarAdicionar aos favoritos
Notícias

Renato Weiss: A profissão contábil deve mudar seu foco

Postado em 12/09/2018.

Após vários anos de atuação na Contabilidade, Renato Weiss percebe, com certa preocupação, o quanto a profissão deverá mudar nos próximos anos, exigindo um poder de adaptação de todos que atuam nesta área.

“As empresas em geral estão passando por mudanças profundas envolvendo Tecnologia da Informação e Inteligência Artificial, áreas que estão revolucionando o nosso modo de trabalho. No meu entendimento, tanto os Profissionais da Contabilidade que já têm algum tempo de carreira, quanto os que estão ingressando no mercado agora devem priorizar os seus estudos nestes segmentos”, opina Weiss. 

O profissional destaca que a tecnologia veio para ficar e o profissional que não obtiver tais conhecimentos terá dificuldades para produzir. 

“A profissão Contábil deve mudar seu foco de efetuar lançamentos contábeis, deixando esta rotina para as máquinas, e focar em obter, analisar e fornecer informações de maneira ágil, pontual e tempestiva aos empresários. Temos que adquirir um perfil mais focado em consultoria, como descobridores de tendências.” 

A escolha de Renato pela Contabilidade foi motivada pela função que já exercia, como responsável pela área de empréstimos em uma instituição financeira. Na época, sua principal tarefa consistia na realização de cálculos de matemática financeira, que geravam lançamentos contábeis e conciliações. Assim, surgiu a vontade de compreender melhor a parte contábil e também o estudo voltado à auditoria.

Assim, Weiss cursou sua graduação em Ciências Contábeis pela FEA-USP. Mas seu próximo objetivo é realizar um MBA e buscar estudo e aperfeiçoamento na área de Tecnologia da Informação.

Já no aspecto pessoal, Renato pretende conhecer todos os estados do Brasil, sendo que atualmente faltam sete para concluir a busca. Aí sim poderei me considerar um brasileiro.

“Além do trabalho, um dos meus maiores incentivadores foi meu tio Augusto. Ele trabalhava na área financeira/controladoria e por várias vezes me aconselhou a estudar Ciências Contábeis e a procurar a área de auditoria”, conta o profissional.

Sua experiência profissional inclui 11 anos de atuação no departamento de auditoria interna da Spal – Coca-Cola. Sete destes anos foram em cargo de supervisão/gerência. “Devido ao livre acesso a todas as áreas da empresa, adquiri conhecimentos da área industrial, comercial, marketing, fiscal-tributária e contábil-financeira, além de realizar cursos no exterior”, relata. 

De acordo com Renato, outra grande experiência foi sobre relacionamento pessoal, decorrente do trabalho de auditoria. “Aprendi muito sobre relacionamento devido o contato com o pessoal operacional e também com as reuniões e eventos com os diretores e presidente (tanto aqui no Brasil como na holding no exterior)”, salienta o profissional. 

Este fato o influenciou a acreditar que todo profissional, não importando sua área de atuação, deveria estudar Psicologia. Isso porque, segundo Weiss, aprender como funcionam os processos de relacionamento humano e suas múltiplas variações é de extrema valia para poder gerenciar pessoas e negociar com clientes e fornecedores. 

Além do lado profissional, Renato é pai de quatro filhos: Anderson Ikuo Nakamoto, de 35 anos, Aline Naomi Nakamoto, de 33 anos, Andréia Kaori Miyashiro Weiss, de 22anos, e a Ana Luiza Tami Miyashiro Weiss, de 18 anos.

Seu ingresso no Sindicato dos Contabilistas de São Paulo – Sindcont-SP foi motivado pela vontade de contar com a excelente estrutura de apoio e conhecimento para os profissionais da área contábil ofertada pela Entidade. “Posso afirmar que encontrei este apoio e conhecimento e principalmente novos amigos”, comemora Weiss.

Visite-nos no LinkedIn! Curta nossa página no facebook!



Texto: Katherine Coutinho
Fotos: Arquivo pessoal
Edição: Lenilde De León

De León Comunicações