IndicarIndique este portal FavoritarAdicionar aos favoritos
Notícias

26º Epac movimenta alunos de Ciências Contábeis da Unicid

Postado em 07/11/2018.

Levando conhecimento técnico e prático aos alunos de Ciências Contábeis da Universidade Cidade de São Paulo – Unicid, o Sindicato dos Contabilistas de São Paulo – Sindcont-SP deu continuidade, na noite desta terça-feira (6), às atividades do 26ª edição do Encontro de Profissionais e Acadêmicos de Contabilidade – Epac.

O evento, que segue até a próxima quinta-feira (8), promove uma série de palestras e atividades com o objetivo de mostrar aos alunos mais da realidade de quem trabalha com Contabilidade.

Ao todo, foram realizadas atividades sobre nove temas diferentes. Entre eles, o Grupo de Tributos e Obrigações, do Sindcont-SP, sobre Substituição Tributária do ICMS. O responsável por explanar o assunto foi o Contador Ailton Barboni.

O profissional explicou que a Substituição Tributária funciona de um modo semelhante ao recolhimento dos impostos de profissionais contratados no regime CLT. Da mesma forma que o empregador fica incumbido de recolher a contribuição à Previdência Social (INSS) e o Imposto de Renda, na ST, o responsável tributário em questão fica responsável por recolher os impostos dos demais integrantes da cadeia comercial.

Ailton explicou que um dos maiores entraves da Substituição Tributária é a legislação. Por mais que tenha uma lei nacional sobre o tema, apresentando as empresas que precisam atender ao sistema de recolhimento de impostos, tudo pode mudar de estado para estado.

Isso porque cada estado tem a sua própria regra acerca deste tema. Logo, o Profissional da Contabilidade precisa se atentar tanto à lei federal quanto as especificidades de onde o seu cliente faz suas transações comerciais.

Além disso, há exceções dentro da substituição tributária que precisam ser consideradas.

Por exemplo, se uma indústria vende o seu produto para o consumidor final, mesmo que este seja um comerciante, não cabe a Substituição Tributária.

“Um ponto que vocês precisam prestar atenção é à necessidade de inserção do Código Especificador da Substituição Tributária – Cest nas notas fiscais se o produto estiver sujeito à ST”, explicou Ailton.

26º Epac

As atividades do 26º Epac continuam nesta quarta-feira (7). Além de diversas palestras, o evento contará ainda com uma reunião do Centro de Estudos e Debates Fisco-Contábeis – CEDFC do Sindcont-SP.

Apoio

O 26º Encontro de Profissionais e Acadêmicos de Contabilidade – Epac tem o patrocínio Diamante da Asplan Sistemas, enquanto a BDO é patrocinadora Cultural da iniciativa e a Qualicorp mantém o patrocínio Institucional. A Fortes Tecnologia é a patrocinadora Prata do Encontro e a Contmatic Phoenix e a KPMG foram patrocinadores Bronze. São também apoiadores à Educação Profissional Continuada da iniciativa a Federação dos Contabilistas do Estado de São Paulo – Fecontesp e a Fundação de Apoio ao Comitê de Pronunciamentos Contábeis – FACPC. Apoiam institucionalmente a 26º edição do Epac: o Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo – CRCSP; o Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de São Paulo – Sescon-SP; o Instituto dos Auditores Independentes do Brasil - Ibracon – 5ª Seção Regional; a Associação dos Peritos Judiciais do Estado de São Paulo – Apejesp; e a Academia Paulista de Contabilidade – APC.

Visite-nos no LinkedIn! Curta nossa página no facebook!



Texto: Katherine Coutinho
Fotos: Katherine Coutinho
Edição: Lenilde De León

De León Comunicações