IndicarIndique este portal FavoritarAdicionar aos favoritos
Notícias

Cursos de Ciências Contábeis: saiba mais! Faculdade Santa Marcelina

Postado em 04/02/2016.

Para que você possa pensar bem antes de escolher uma faculdade ou mesmo para conhecer o ensino em outras instituições, continuamos a nossa série que apresenta os cursos de graduação em Ciências Contábeis de São Paulo e região metropolitana. Nesta semana, trazemos a Faculdade Santa Marcelina.

Nossa conversa foi com o coordenador do curso de Ciências Contábeis da Faculdade Santa Marcelina - FASM, Reginaldo Gonçalves, que contou que o corpo docente da área contábil da instituição tem 16 professores, entre mestres e especialistas. 

Apesar de ser um curso relativamente novo, com apenas sete anos de fundação, a média de alunos por período é de 30 pessoas. Assim como as demais, a graduação em Ciências Contábeis na FASM tem a duração de quatro anos. O seu diferencial, segundo o docente, está na parceria educacional com empresas de software para aplicação em aulas práticas de laboratório e escritórios contábeis, por meio da abertura de vagas ou bolsas. Gonçalves afirmou que, como forma de estímulo, muitos alunos acabam sendo empregados com os parceiros da faculdade. 

“Formação em humanística, disciplinas profissionais e comprometimento ético fazem parte das metas para que o aluno seja um bom profissional qualificado. O importante ao escolher uma faculdade não é somente o preço. É preciso que o aluno leve em conta a ética com a qual são pautados todos os cursos da instituição. Por isso, é importante ver o que ela tem a oferecer e verificar se o que é oferecido vai de encontro com a busca do aluno. Outra preocupação importante é a busca por colocação profissional em escritórios parceiros. Isso facilita a vida dos alunos da FASM." 

 O professor contou que a procura pela graduação em Ciências Contábeis tem aumentado muito, principalmente em virtude da necessidade de readequação da Contabilidade às Normas Internacionais.  Além disso, destacou a geração de mecanismos de controle por parte do Governo, como, por exemplo, o Sped, que é um sistema de informação para fins fiscais e que hoje exige que o profissional não olhe somente para a necessidade do planejamento tributário, mas também do societário, além de buscar as melhores alternativas de controle para evitar litígios. De acordo com Gonçalves, a profissão, que antes não era tão valorizada no Brasil, passou a ter outra vertente e a busca por profissionais qualificados pressiona o mercado.

“Acredita-se que haverá uma continuidade do crescimento em virtude da necessidade de profissionais que tenham flexibilidade de atuar em várias áreas. Existe a necessidade mais abrangente do profissional contábil para as atividades que limitem as ações de desvios de finalidade e compliance”, explicou.

Visite-nos no LinkedIn! Curta nossa página no facebook!



Texto: Katherine Coutinho
Fotos: Divulgação
Edição: Lenilde De León

De León Comunicações