IndicarIndique este portal FavoritarAdicionar aos favoritos


 

Raízes no passado, foco no presente e visão de futuro

 

O Sindicato dos Contabilistas de São Paulo – Sindcont-SP, por onde passaram e passam os principais líderes da profissão, representa em sua base territorial, cerca de 87.000 associados e filiados, distribuídos entre Profissionais da Contabilidade, Auditores e Peritos Contábeis. Desde sua fundação, a entidade segue trabalhando em prol da defesa dos interesses destes profissionais, assim como mantém sua constante busca pela valorização da classe.

O Sindcont-SP oferece uma gama de atividades de valorização profissional, além de benefícios junto às empresas parceiras. Em sua ampla sede social com cerca de 2.000 m², localizada no Centro de São Paulo, a instituição conta com um espaço de convivência para receber seus associados, equipado com uma estrutura multiuso para eventos e solenidades, proporcionando maior conforto e a convivência entre os pares da área contábil, que o Sindcont-SP acredita ser fundamental para o desenvolvimento pessoal e profissional.

Sede do Sindcont-SP

 

Construindo a história da Contabilidade

 

O Sindicato dos Contabilistas de São Paulo – Sindcont-SP figura como a instituição contábil mais antiga do estado de São Paulo e a segunda mais antiga do Brasil. A entidade é fruto do Instituto Paulista de Contabilidade – IPC, fundado em 1919 por 11 jovens contabilistas, liderados pelo professor Francisco D’Auria, que buscavam promover o avanço do aprendizado na área contábil e criar uma instituição que representasse todas as pessoas físicas do ramo da Contabilidade na capital paulista e grande São Paulo.

Em 1927, o professor Francisco D’Auria, primeiro presidente do IPC, apresentou o “Registro Geral de Contabilistas do Brasil” com o intuito de consolidar a profissão contábil no país com a devida regulamentação. Mais adiante, em 1930, a Classe registrou duas importantes conquistas para seu desenvolvimento: a regulamentação do ensino comercial e da profissão do contabilista e a instituição do registro obrigatório dos guarda-livros e dos contadores na Superintendência do Ensino Comercial.

A atual nomenclatura da instituição foi adotada em 29 de agosto de 1941, a partir da unificação das bases do Instituto Paulista de Contabilidade – IPC e do Sindicato dos Contadores de São Paulo, grupo criado em 1932 sob a liderança do professor Sérgio Ferrata e que reunia associados dissidentes do IPC. Entre os objetivos do Sindcont-SP estão a valorização da imagem da profissão contábil e ações para melhorar as condições de trabalho dos profissionais da Contabilidade. Além disso, entre as conquistas do Sindicato está a o Sindcont-SP liderou os trâmites para a fundação da Federação dos Contabilistas de São Paulo – Fecontesp.

Com uma história marcada pelas lutas em prol da valorização do profissional da Contabilidade, o Sindicato dos Contabilistas de São Paulo – Sindcont-SP empenha-se na valorização da Classe e na defesa dos interesses dos contabilistas perante outras entidades, órgãos públicos e a sociedade. A partir deste ano, a entidade apoia a iniciativa do projeto “2013: Ano da Contabilidade no Brasil”, com o intuito de intensificar ainda mais suas ações em prol do reconhecimento da importância da área contábil para o desenvolvimento da sociedade como um todo.